MICROCEFALIA – ZICA VÍRUS

23 de fevereiro de 2016 16:090 comentários

                                                      

                                                          Microcefalia

                             “Eis que já está são; não peques mais, para que te não suceda alguma coisa pior.”Jesus

1) Esclarecendo dúvidas

Uma ouvinte da Rádio Brasil Espírita  encaminhou-nos uma mensagem a respeito  do artigo com o título: ” Microcefalia, ZiKa Vírus e uma experiência espiritual!”. Que foi resultado de um trabalho de desdobramento consciente no Lar da Criança Menino Jesus, situado na Colônia Esperança. Os trechos abaixo resumem o conteúdo:
“Captando seus pensamentos, Marcos se adianta – Sim Mariana, a microcefalia é uma das formas de resgate que a espiritualidade maior utiliza, objetivando a cura verdadeira que é a espiritual. A justiça divina, essencialmente perfeita, determina que cada um de nós colha os frutos que plantamos, mas contrariamente ao que muitos pensam, isso não é uma punição e sim um ensinamento, uma oportunidade. Deus seria um sádico completo se simplesmente nos condenasse ao sofrimento”
“Renato, trabalhador encarnado pergunta – Então todos os casos de Zika vírus e microcefalia tem a mesma causa?
– Obviamente que não Renato. Mas a grande maioria se constitui de espíritos endividados e devemos lembrar que essa é uma doença sistêmica, que envolve toda a família, mudando rumos, aproximando-os da religiosidade, da humildade, da compaixão, obviamente, desde que os envolvidos queiram que isso aconteça.”
“Pedindo a palavra, Sita complementa – O raciocínio é simples. Nem todos que são picados pelo mosquito desenvolvem a doença. Dos que apresentam os sintomas da virose, somente uma pequena parte tem comprometimento neurológico. Da mesma forma ocorre com as gestantes. Algumas são picadas pelo mosquito e apresentam sintomas gripais, outras nem isso. E grande parte dos fetos não apresentam alteração. A questão é sempre individual. É preciso existir uma afinidade energética para que o vírus se aloje no cérebro em desenvolvimento e cause o problema. Sem essa ressonância energética, teríamos que acreditar no acaso e achar que Deus brinca com a vida das pessoas”1

2) Orientações baseados nos livros de  Allan Kardec:

“O objetivo essencial do Espiritismo é o melhoramento dos homens. Não é preciso procurar nele senão o que pode ajudá-lo para o progresso moral e intelectual.” Allan Kardec 2
* No Livro dos Médiuns por Erasto conforme trecho abaixo:
“Na dúvida, abstém-te, diz um dos vossos antigos provérbios. Não admitais, pois, o que não for para vós de evidência inegável. Ao aparecer uma nova opinião, por menos que vos pareça duvidosa, passai-a pelo crivo da razão e da lógica. O que a razão e o bom senso reprovam, rejeitai corajosamente. Mais vale rejeitar dez verdades do que admitir uma única mentira, uma única teoria falsa” Erasto(os negritos são nossos) 3
*Encontramos no preâmbulo do Livro O que é o Espiritismo, Allan Kardec orienta “O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal”. ( Os negritos são nossos)
*Inclusive consta  no  Livro  O Evangelho Segundo o Espiritismo  ensinamento bastante claro de  Kardec na Introdução, item II.
“A única garantia segura do ensino dos Espíritos está na concordância das revelações feitas espontaneamente, através de um grande número de médiuns, estranhos uns aos outros, e em diversos lugares.“(os negritos são nossos)

3)Vírus Zika e a microcefalia(Divulgada pela Federação Espírita Brasileira)

Nota da AJE-Brasil sobre o vírus zika e a microcefalia
1. A AJE-Brasil (Associação Jurídico-Espírita do Brasil) posiciona-se contrariamente à proposta de se estender as hipóteses de aborto legal às mulheres grávidas infectadas pelo vírus zika, como forma de se evitar o nascimento de crianças que possam vir a sofrer de microcefalia, como vem sendo reivindicado por parcela da imprensa e da sociedade civil. E assim o faz por diversas razões:
• o aborto é contrário ao fundamental direito à vida e encontra suas excepcionais hipóteses previstas restritivamente em lei e num específico caso de construção jurisprudencial;
• a microcefalia não é incompatível com a vida, embora possa acarretar deficiências, tal como sucede em diversas outras síndromes;
• a autorização para a prática do aborto com base em mero prognóstico é medida que afronta a leitura restritiva que há de ser feita das hipóteses legais de abortamento;
• a autorização para a eliminação da vida como modo de se evitar o nascimento de criança com deficiência é medida de eugenia que contraria os princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana e da solidariedade.
2. Por outro lado, a AJE-Brasil apela às gestantes que tenham sido infectadas com o vírus zika para que mantenham a gravidez e recebam seus filhos com amor e dedicação, ainda que acometidos de alguma deficiência.
Compreende-se a dor e a aflição da gestante e do pai diante da notícia de um possível diagnóstico de microcefalia do filho, o que lhes exigirá a superação do equívoco de que apenas as vidas perfeitas valem a pena ser vividas; e lhes despertará para o intenso amor que demanda maior dedicação e entrega à delicada criança, numa experiência de singular sensibilidade.
3. Ademais, diante do aumento de casos de crianças com microcefalia, a AJE-Brasil concita a sociedade brasileira como um todo, e os poderes públicos, em particular, a adotarem providências que garantam o necessário apoio material e moral às gestantes e seus companheiros, para que bem possam levar a termo a gravidez. E também a adotarem providências efetivas que garantam a atenção e o desenvolvimento das crianças com deficiência.
Cabe ao Poder Público, em suas três esferas de ação e de acordo com as atribuições constitucionais de competências, fortalecer, com urgência, a rede SUS para acolher as gestantes infectadas pelo vírus zika, garantindo-lhes pré-natal e parto com as especificidades inerentes a tal situação, bem como assegurando às crianças que vierem a nascer com eventuais deficiências decorrentes de microcefalia, por meio de eficiente Rede de Apoio Psicossocial, atendimento médico, psicológico, terapêutico e fonoaudiológico necessários e efetivos, a tempo e modo, de maneira a lhes assegurar, em sua máxima potencialidade possível, seu desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e de dignidade.
4. Por fim, a AJE-Brasil convoca os órgãos do Movimento Espírita brasileiro (entidades federativas, entidades especializadas e centros espíritas) e aos espíritas em geral, a organizarem programas e serviços assistenciais voluntários destinados ao acolhimento emocional e espiritual das gestantes que tiverem sido infectadas com o vírus zika, bem como ao pleno desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e de dignidade, dos filhos que vierem a nascer com eventuais deficiências decorrentes da microcefalia.
5. A AJE-Brasil reitera sua convicção de que a defesa da vida humana – qualquer que seja sua condição física ou mental –, a empatia diante do sofrimento alheio, o acolhimento fraterno às pessoas que enfrentam dificuldades em suas trajetórias existenciais e a dedicação solidária ao próximo são lições consagradas pelo Cristianismo e adotadas pela Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec, mas que caracterizam todo ser humano, independentemente de denominação religiosa ou ausência de religião, como reverência à dignidade humana e como expressão de incondicionado amor ao homem, perfeito ou não.(os negritos são nossos) 4

4)Trechos das orientações do portalsaude.saude.gov.br

O que é a doença
Trata-se de uma malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Neste caso, os bebês  nascem com perímetro cefálico (PC) menor que o normal, que habitualmente é superior a  33 cm.
Causas
As microcefalias podem ser efeito de uma série de fatores de diferentes origens, como as substâncias químicas, agentes biológicos (infecciosos), como bactérias, vírus e radiação.
Consequências
O tipo e o nível de gravidade da sequela vão variar caso a caso. Tratamentos realizados desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e a qualidade de vida.
Como é feito o diagnóstico
Após o nascimento do recém-nascido, o primeiro exame físico é rotina nos berçários e deve ser feito em até 24 horas do nascimento. Este período é um dos principais momentos para se realizar busca ativa de possíveis anomalias congênitas. Por isso, é importante que os profissionais de saúde fiquem sensíveis para notificar os casos de microcefalia no registro da doença no Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc). As orientações detalhadas dos procedimentos para o diagnóstico da microcefalia foram encaminhados por meio de Nota Técnica a estados e Município – acesse aqui a íntegra da nota.
Há cura?
Dependendo do tipo de microcefalia, é possível corrigir a anomalia por meio de cirurgia. Geralmente, as crianças, como já informado, precisam de acompanhamento após o primeiro ano de vida. Nos casos de microcefalia óssea existem tratamentos que propiciam um desenvolvimento normal do cérebro.
Possíveis complicações
Cerca de 90% das microcefalias estão associadas com retardo mental, exceto nas de origem familiar, que podem ter o desenvolvimento cognitivo normal. Essas complicações podem variar, podendo haver problemas cognitivos, motores, neurológicos e respiratórios, entre outros.
É possível prevenir a doença?
Como se trata de uma doença com fatores de diferentes origens, como substâncias químicas, agentes biológicos (infecciosos), como bactérias, vírus e radiação; a prevenção é possível a depender da causa.
Como é a vida da criança que nasce com a doença
Até o presente momento, as crianças nascidas com microcefalia em acompanhamento apresentam resultados dos exames clínicos e neurológicos são, exceto pela microcefalia. A maioria dos recém-nascidos são, a termo ou próximo de termo com excelente sucção, quase todos em aleitamento materno exclusivo. (Os negritos são nossos) 5

5) Conclusão

Com base em todo material  acima até a presente data  e concordando com AJE e FEB pela manutenção da vida conforme Espiritismo. Com muito respeito a Todos afirmamos que o artigo analisado “Microcefalia, zika vírus e uma experiência espiritual !” não atende ao Controle Universal do Ensino dos Espíritos ou seja ao Espiritismo.

Fevereiro de 2016
Rede e Radio Brasil Espírita
Iluminando consciências
Projeto de Pesquisa Espírita
1 http://www.espiritbook.com.br/profiles/blogs/microcefalia-zika-virus-e-uma-experi-ncia-espiritual
2 O Espiritismo em sua mais simples expressão, item 35
3 Livro dos Médiuns no capítulo 20 -questão 230
4 http://www.febnet.org.br/blog/geral/colunistas/virus-zika-e-a-microcefalia/
5 http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/cidadao/orientacao-e-prevencao/xyz-microcefalia

Deixe um comentário

Você deve ser logado para publicar um comentário.